Seu lar é abençoado por Deus?

A essência de Deus é o amor. Ele nos criou a sua imagem e semelhança para amarmos e sermos amados. A nossa prioridade máxima deveria ser sempre amar a Deus sobre todas as coisas e ao nosso próximo como a nós mesmos (Mt 22:37-39). Se isso fosse uma realidade em todas as famílias da face da terra, jamais veríamos atrocidades sendo cometidas contra crianças, contra idosos, contra pais, contra filhos, contra mulheres…

A família, que é a base da sociedade, está sendo dilacerada pela falta de temor a Deus, e isso ocorre em todas as classes sociais, credos e raças existentes no planeta. O “temor a Deus” é o princípio da sabedoria (Pv 1.7; 9.10). Temer e amá-lo são atitudes complementares e não contrárias (Dt 10.12). O temor nesse sentido Bíblico significa reverência ou profundo respeito e não pavor. Rejeitar esse profundo respeito, que inspira obediência, é preferir escolher o próprio caminho (Pv 1.30-31) e desviar-se do caminho de Deus (Is 55.8)

Infelizmente, até mesmo no seio da igreja cristã temos visto, cada vez com mais frequência, casais abrindo mão da aliança firmada diante de Deus por terem sido influenciados pela inversão de valores de um mundo corrompido. Vemos famílias cristãs que vão se adaptando e se conformando com os pensamentos deste mundo ao invés de serem “pessoas novas e diferentes, mostrando uma sadia renovação em tudo que fazem e pensam” (Rm 12.2), através da Palavra da Verdade.

Fomos planejados para ter intimidade social e emocional com aqueles que estão ao nosso redor, mas nossos desejos estão contaminados pela inclinação egoísta de querermos ser o centro de tudo. (Kerry & Chris Shook)

Famílias estão sendo destruídas pela falta de amor, pelo egocentrismo, pelo egoísmo… A sabedoria deste mundo, que é contrária a de Deus, é impregnada de inveja e sentimento faccioso, a sabedoria deste mundo ensina as pessoas a lutarem por seus direitos e ideais mesmo que para isso acabem pisando sobre os outros, inclusive seus próprios familiares. “Quem é amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus” (Tg 4.4), “porque a sabedoria que vem de Deus é pura, pacífica, amável, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera” (Tg 3.17).

Precisamos amar como Deus nos ama… Deus prova seu amor para conosco pelo fato de Cristo ter morrido por nós enquanto ainda éramos pecadores “(Rm 5.8). Precisamos praticar o amor verdadeiro, “O amor é muito paciente e bondoso, nunca é invejoso ou ciumento, nunca é presunçoso nem orgulhoso, nunca é arrogante, nem egoísta, nem tampouco rude. O amor não exige que se faça o que ele quer. Não é irritadiço, nem melindroso. Não guarda rancor e dificilmente notará o mal que outros lhe fazem. Nunca estará satisfeito com a injustiça, mas se alegra quando a verdade triunfa. Se você amar alguém, será leal para com ele, custe o que custar. Sempre acreditará nele, sempre esperará o melhor dele, e sempre se manterá em sua defesa”. (I Co 13.4-7). O amor verdadeiro não é “que seja eterno enquanto dure” e não dura somente “enquanto as finanças estiverem sob controle”, mas independentemente das circunstâncias o amor verdadeiro sempre permanece firme.

Um lar abençoado por Deus é um lugar onde indivíduos aprendem diariamente as “linguagens do amor”. Gary Chapman, um especialista em aconselhamento conjugal, após 30 anos de experiência chegou à conclusão de que existem cinco linguagens do amor – cinco maneiras pelas quais as pessoas entendem o amor emocional. São elas: palavras de afirmação, tempo de qualidade, presentes, atos de serviço e toque físico. Em seu livro “A essência das cinco linguagens do amor” ele diz o seguinte: Se você conseguir identificar e aprender a falar a linguagem primordial do amor de seu cônjuge, creio que terá descoberto a chave para um casamento duradouro e cheio de afeto. O amor não precisa desaparecer depois do casamento, para mantê-lo vivo, porém, muitos de nós terão de se esforçar para aprender uma segunda linguagem do amor. No âmago da existência humana se encontra o desejo de ser íntimo e amado pelo outro. O casamento se destina a atender a essa necessidade de intimidade e de amor. É por essa razão que os antigos textos bíblicos falam sobre o marido e a esposa se tornando “uma só carne”. Isso não implica a perda da própria identidade; significa entrar na vida um do outro de uma maneira íntima e profunda. E, consequentemente, um lar onde pais aprendem e praticam as linguagens do amor, afeta radicalmente o comportamento das crianças que crescerão seguras emocionalmente e capazes de construir seus próprios lares dentro de um contexto saudável de relacionamentos.

O amor verdadeiro é sem hipocrisia e considera a necessidade do outro mais importante que a sua (Rm 12.9-10).

Quem ama o próximo tem cumprido a lei de Deus, pois os mandamentos se resumem nisso: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo. O amor não pratica o mal contra o próximo, portanto o cumprimento da lei é o amor” (Rm 13.8-10, Gl 5.14).

Um lar abençoado por Deus segue o exemplo de Jesus Cristo que nos amou tanto a ponto de se entregar por nós a fim de tirar os nossos pecados. E Deus se agradou do sacrifício, que para ele chegou como aroma suave (Ef 5.1-2).

“Nisso conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar a vida pelos irmãos” (I Jo 3.16).

Um lar abençoado por Deus é um lugar onde o amor sempre transborda… Transborda e triunfa!

About these ads

2 comentários sobre “Seu lar é abençoado por Deus?

  1. Sábias palavras, minha amiga!
    Tenho meditado sobre estas coisas com um pouco mais de diligência, observando as notícias ao meu redor e buscando em DEUS braços mais fortes” para nadar contra essa maré de inversões de valores e princípios. Não quero ser moralista, religiosa, puritana, hipócrita…. só desejo através de um posicionamento assumido e aprovado por DEUS , colher bons frutos amanhã, não é verdade?

    • É verdade amiga, “… de Deus não se zomba, aquilo que o homem plantar isso também colherá”(Gl 6.7). Que possamos plantar sementes de amor, justiça, fé, verdade, amizade… Vamos plantar boas sementes para colhermos bons frutos!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s